Tempo de orquídeas


Esta orquídea tenho a uns três anos mais ou menos, e cada vez que ela floresce parece que vem mais forte e suas flores duram mais.
Este ano ficou com suas flores abertas por mais de um mes, isso as primeiras flores do primeiro cacho, porque ainda floresceu durante este tempo e foi ficando meses a fio. Eu estava para replantá-la porque o vaso está bem cheio, mas deixei para depois, porque já estava soltando os pendões.
Muitas pessoas deixam de curtir uma orquídea, seja ela qual for por conta de dizerem que demora um ano para florir, mas esquecem que durante este tempo elas quase não nos dão trabalho, costumo dizer que ficam dormindo hehe, e quando vamos ver já estão com seus pendões para dar flor.
Amo flores e orquídea é uma das minhas favoritas, pela falta de espaço as mantenho em vasos muitas vezes suspensos.
Então, comece a cultivar, você se surpreenderá.


até mais


ORQUÍDEA LILÁS


Algumas informações:
A Orquídea Phalaenopsis é originária da Indonésia e das Filipinas e, como orquídea tropical, prefere temperaturas entre 18 e 28 graus centígrados. Em época de clima frio, especialmente nas regiões Sul e Sudeste, deve-se evitar deixar a orquídea exposta, pois não sobrevive a geadas e ventos frios.

Ela é uma orquídea do tipo epiphyta, e portanto gosta de ter as raízem em contato com o ar.


Este tipo de orquídea pode ser plantada em troncos, mas quando plantada em vasos, por ser uma epiphyta suas raízes ficam para fora do vaso, sendo isso normal.

As informações acima, tirei do orquidário.com, mas de fato esta minha, já é a segunda florada dela e, de fato as raízes saem do vaso e procuram o ar.
Esta adaptou-se muito bem embaixo deste pé de romã com sol e sombra e desta vez floriu o dobro e quem olha tem a impressão de ser vários hastes, mas não é um só, carregado de flores.


Quando ganhei esta muda, não tinha flor e nem ao menos eu sabia qual era a orquídea, a pessoa trouxe para mim porque disse que não tinha espaço e com esta mais dois vasos, eu confesso que tive muita sorte, pois não tive muito trabalho, só coloquei um pouco mais de fibra, dei uma ajeitadinha e fui testando qual o melhor lugar para colocá-las e deixei, esqueci, regando naturalmente quando necessário.
Quando floriu a primeira vez, eu reparei soltando a haste e fiquei super curiosa e me espantei com sua beleza. Desta vez então, confesso estou maravilhada, e como duram suas flores!
Sei que as pessoas deixam elas retinhas arrumando com arames etc e tal, mas sabem, eu gosto delas assim como surgem, parece que conseguem mostrar todo encanto, so mudei um pouco para fotografar.

Por hoje é só, espero que tenham gostado, fechando dezembro com ela no jardim que está linda, e é claro, além de outras beldades da natureza.

beijos,


ORQUÍDEAS E BROMÉLIA



ORQUÍDEA
Esta orquídea acima vocês  devem conhecer como chuva de ouro, esta é a de tamanho menor e fotografei-a do modo como estava de lado no meio das plantas, daqui uns tempos coloco a foto da outra que é a de tamanho maior.

Meu jardim é  pequeno, e o espaço é dividido entre as plantas frutíferas, elas organizam-se de tal modo que acabo deixando porque a natureza por si é sábia e por mais que eu tentasse não conseguiria deixar melhor.
Podem ver que ela não dá o mínimo trabalho, está amarrada no tronco de uma das árvores e  quase o ano todo, basta que tenha sol.

ORQUIDEA
A famosa orquídea sapatinho holandês, tamanquinho que outros falam, ela enche tanto o vaso com flores e folhas que fica quase sem espaço para que possa colocar água, mas como é de praxe as orquídeas não são lá muito fãs de regas e como sabem pecamos se encharcá-las, então talvez por isso defendam-se naturalmente assim não nos dando espaço para que  o façamos. Hahaha brincadeiras a parte, mas é que o tempo foi passando e esqueci de replantá-la então ficou superlotado o vaso, e quando percebi já estava cheia de botões, e então aí está, demorei pra postar mas guardei a foto.

BROMÉLIA
 Esta é uma bromélia que ganhei da minha cunhada, está pendurada no pé de goiaba e plantada em um coco, então não fica acumulado de maneira alguma água, mas eu sempre verifico por conta do moquito da dengue, afinal temos que tomar cuidado com os copinhos de certas bromélias. 
Esta ainda não estava totalmente aberta as glores quando fotografei, nas extremidades em cada pontinha abe uma flor branca, exatamente nas pontas onde aparece esverdeado e e muito interessante porque elas duram por muito tempo e os beija-flores gostam mujito destas flores.
Bom, pelo modo que podem ver na foto não dá trabalho algum e enfeita muito o jardim.


até mais, abraços

 
©2009 Elke di Barros Por Templates e Acessorios